Lugar de Pensar

Se você é um ser que somente consegue ler 140 caracteres... fuja daqui rapidamente.
Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome. Clarice Linspector
“Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana.” Teilhard de Chardin
A solidão não existe! Tenho um mundo inteiro dentro de mim.
Seja bem-vindo.

2.8.11

Cine Conhecimento :Alice nas Cidades





(Alemanha, 1974, 110 min – Direção: Wim Wenders)

    Baseado nas primeiras viagens de Wenders às Américas, conhecemos o personagem Philip Winter, que vai para os Estados Unidos para fazer algumas reportagens. Ele não consegue, tendo que voltar para a Alemanha. Só que o aeroporto está fechado, e ele só consegue passagem para o dia seguinte. Ele conhece uma mãe e uma filha na mesma situação, com quem divide seu quarto em um hotel. Quando acorda na manhã seguinte, a mãe da menina foi embora e ele assume de vez o papel paterno da jovem Alice.

    A primeira obra-prima do diretor. É também o primeiro trabalho com o ator Rüdiger Vogler, alter ego freqüente de Wenders, como protagonista. Vogler acompanha a menina Alice até Amsterdã, onde deveriam encontrar a mãe dela.
    Como sempre, em Wenders, o que reina é o desencontro, a errância, carros, telefones, hotéis e aviões partindo. Bela captação de olhares, entre Vogler e a mãe (Lisa Kreuzer, também constante nos filmes do cineasta), entre Vogler e a menina, entre Vogler e estranhos. É um personagem que encontra a luz, junto da bela menininha que lhe mostra novos encantos. A câmera se despede desses adoráveis humanos se afastando do trem em movimento.


http://www.cineconhecimento.com/2011/07/alice-nas-cidades/

Nenhum comentário: