Lugar de Pensar

Se você é um ser que somente consegue ler 140 caracteres... fuja daqui rapidamente.
Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome. Clarice Linspector
“Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, somos seres espirituais vivendo uma experiência humana.” Teilhard de Chardin
A solidão não existe! Tenho um mundo inteiro dentro de mim.
Seja bem-vindo.

100 links para clicar antes de morrer!

                           100 links para clicar antes de morrer!




3 mil filmes para ver no YouTube 
O YouTube disponibilizou um canal com aproximadamente três mil filmes on-line. O projeto, que havia sido descontinuado, voltou ao ar no mês de agosto. A lista traz desde clássicos absolutos, que fizeram a história  do cinema na primeira metade do século passado, até filmes recentes que ficaram famosos em festivais independentes. O canal também traz filmes “trash” do cinema indiano, jamaicano e nigeriano. Todos os filmes estão em inglês, mas legendas em 30 idiomas podem ser ativadas no próprio Youtube. Alguns destaques do canal: “O Nascimento de Uma Nação”, filme mudo estadunidense de 1915 co-escrito, coproduzido e dirigido por D. W. Griffith, baseado no romance “The Clansman”, de Thomas Dixon.  “O Gabinete do Doutor Caligari”, a primeira grande obra do expressionismo alemão, dirigido por  Robert Wiene em 1920. “Nosferatu”, de F. W. Murnau, outro clássico do expressionismo alemão, realizado em 1922. “O Encouraçado Potemkin”, de Sergei Eisenstein, filme soviético de 1925 que retrata a revolução russa de 1905. “A General”, a obra-prima de Buster Keaton, realizado em 1927. “M”, o primeiro filme do cineasta alemão Fritz Lang e um dos filmes mais influentes da história do cinema.  “Daqui a Cem Anos”, de Alexander Korda, produzido em 1936 e considerado a primeira superprodução de ficção científica da história; e “O Estranho”, drama noir escrito, dirigido e estrelado por Orson Welles em 1946. O canal também traz clássicos recentes como “Slacker”, de 1991, filme de estreia de Richard Linklater; o premiadíssimo “Pão e Tulipas”', realizado em 2000, pelo diretor italiano Silvio Soldini; e “The Conspirator”, filme independente de Robert Redford, produzido em 2010, que narra o julgamento de Mary Surratt, mãe de um dos homens que ajudou a planejar o assassinato de Abraham Lincoln. Outro destaque do canal é o documentário “Home”, do fotógrafo francês Yann Arthus-Bertrand, que retrata a terra por meio da visão de um pássaro, sobrevoando mais de 50 países e mostrando as fragilidades do planeta. Para acessar: http://bit.ly/nacjoa

Toda a obra de Charlie Chaplin, como ator, disponível on-line 

O Open Flix é um canal do YouTube, administrado pelos criadores do site Cinevault, portal especializado em filmes de domínio público ou que tiveram seus direitos de exibição cedidos. O acervo tem mais de 1000 filmes disponíveis on-line. Um dos destaques do canal é uma seção destinada a Charlie Chaplin, onde estão disponibilizados todos os filmes (integrais ou trechos) em que Chaplin atuou como ator. Charles Spencer Chaplin nasceu em Londres, em 16 de abril de 1889, e morreu em 25 de dezembro de 1977. Foi o maior nome da era do cinema mudo, notabilizado pelo uso de mímica e da comédia pastelão. Sua carreira também foi uma  das mais profícuas da história do cinema, durou mais de 75 anos, desde suas primeiras atuações quando ainda era criança nos teatros do Reino Unido, durante a Era Vitoriana, até sua morte aos 88 anos, em 1977. Seu principal e mais famoso personagem foi o vagabundo Carlitos. Em 1972, Charlie Chaplin recebeu o Oscar pelo conjunto de sua obra e pelo “efeito incalculável que teve em tornar os filmes uma forma de arte”. Durante a cerimônia de entrega do prêmio recebeu a mais longa ovação da história do Oscar, foi aplaudido de pé, por cerca de dez minutos. Para acessar o canal do YouTube: http://bit.ly/pm96qg Para acessar o portal Cinevault: http://www.cinevault.com/

Documentários 

1300 documentários, divididos em 40 categorias, para ver on-line. Para acessar:  http://bit.ly/e3k58
500 filmes britânicos para ver no YouTube Celebrating Classic British Films é um canal do YouTube que reúne cerca de 500 clássicos do cinema britânico em versões integrais. O canal, criado por um fã, faz uma retrospectiva do cinema britânico de 1920 a 1980. Desde diretores clássicos, que se tornaram imortais por seus filmes, como Alfred Hitchcock e David Lean, até nomes mais recentes e ainda atuantes como Stephen Frears, Peter Greenaway, Mike Newell e Ken Loach. Entre as preciosidades do canal está a primeira versão fílmica de “Sherlock Holmes”, dirigida por Leslie S. Hiscott, em 1931, além das estreias dos diretores Stephen Frears, no curta-metragem “The Burning”, de 1968, e Alfred Hitchcock, no filme “O Jardim do Prazer”, de 1925.  Também está disponível o primeiro grande sucesso de Hitchcock, “O Locatário”, de 1927, baseado nos assassinatos de Jack, o Estripador.  Do lendário David Lean estão disponíveis, “Grandes Esperanças”, de 1946, e “Oliver Twist”, de 1948, ambos baseados na obra de Charles Dickens, além do clássico “A Ponte do Rio Kwai”, que venceu o Oscar de melhor filme em 1957. Também estão disponíveis os filmes de estreia de Peter Greenaway, “Death of Sentiment”, 1962, e  “Diary of a Young  Man”, de Ken Loach, de 1964. Outra raridade do canal é “The Kindness of Strangers”, produzido originalmente para televisão por Mike Newell, em 1967. Entre os clássicos recentes está “Women in Love” (“Mulheres Apaixonadas”), adaptado do livro de homônimo de D.H. Lawrence e dirigido por Ken Russell, em 1970. Os filmes estão em inglês, mas legendas em 30 idiomas podem ser ativadas no próprio Youtube. Para acessar: http://bit.ly/qNJGxW

O primeiro filme
O primeiro filme da história, gravado por Louis Lumière e por Auguste Lumière, em 1895. Para acessar: http://bit.ly/yAOVwf


Simon's Cat 
Canal do You Tube dedicado ao gato mais travesso da internet. Para acessar:  http://bit.ly/TmrN
Acervo da televisão europeia
 
Acervo on-line da televisão europeia. O conteúdo pode ser consultado a partir de 1900. Para acessar: http://bit.ly/y7wK2w 

Toda a obra poética de Fernando Pessoa para download 

O portal Domínio Público disponibilizou para download a poesia completa de Fernando Pessoa. Embora sem uma ordem cronológica adequada e com edições repetidas, o acervo contempla toda a obra conhecida do poeta português. Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, em junho de 1888, e morreu em novembro de 1935, na mesma cidade. É considerado, ao lado de Luís de Camões, o maior poeta da língua portuguesa e um dos maiores da literatura universal. Seus poemas mais conhecidos foram assinados pelos heterônimos Álvaro de Campos, Ricardo Reis, Alberto Caeiro, além de um semi-heterônimo, Bernardo Soares, que seria o próprio Pessoa, um ajudante de guarda-livros da cidade de Lisboa e autor do “Livro do Desassossego”, uma das obras fundadoras da ficção portuguesa no século XX. Além de exímio poeta, Fernando Pessoa foi um grande criador de personagens. Mais do que meros pseudônimos, seus heterônimos foram personagens completos, com biografias próprias e estilos literários díspares. Álvaro de Campos, por exemplo, era um engenheiro português com educação inglesa e com forte influência do simbolismo e futurismo. Ricardo Reis era um médico defensor da monarquia e com grande interesse pela cultura latina. Alberto Caeiro, embora com pouca educação formal e uma posição anti-intelectualista (cursou apenas o primário), é considerado um mestre. Com uma linguagem direta e com a naturalidade do discurso oral, é o mais profícuo entre os heterônimos. São seus “O Guardador de Rebanhos”, “O Pastor Amoroso” e os “Poemas Inconjuntos”.  O crítico literário Harold Bloom, em entrevista à revista “Época”, afirmou que a obra de Fernando Pessoa é o legado da língua portuguesa ao mundo. Para acessar: http://bit.ly/ffoF7T

O vocabulário de Machado de Assis

Uma página com os termos mais utilizados pelo escritor. Para acessar: http://bit.ly/Atjp0J

100 clássicos literários para download 

Lançado em 2004, o Domínio Público é um dos maiores portais de conteúdo livre para download do mundo.  O acervo é composto por obras em domínio público ou que tiveram seus direitos de divulgação cedidos pelos detentores legais. No Brasil, os direitos autorais duram setenta anos contados de 1° de janeiro do ano subsequente à morte do autor. Fiz uma compilação com 100 obras, entre autores brasileiros e estrangeiros, escolhidas entre os 10 mil títulos disponíveis no portal. A lista, traz desde livros seminais, formadores da cultural ocidental, como “Arte Poética”, de Aristóteles, até o célebre “Ulisses”, de James Joyce, considerado um dos livros mais influentes do século 20, além de clássicos brasileiros e portugueses. Entre os livros escolhidos estão “A Divina Comédia”, de Dante Alighieri; “Don Quixote”, de Miguel de Cervantes;  “Os Lusíadas”, de Luís Vaz de Camões; “A Metamorfose”, de Franz Kafka;  “A Volta ao Mundo em Oitenta Dias”, de Júlio Verne;  “Os Escravos”, de Castro Alves; “Via-Láctea”, de Olavo Bilac; “A Escrava Isaura”, de Bernardo Guimarães; “Poemas”, de Safo; “Uma Estação no Inferno”, de Arthur Rimbaud; “O Homem que Sabia Javanês e Outros Contos”, de Lima Barreto; “Lira dos Vinte Anos”, de Álvares de Azevedo;  “História da Literatura Brasileira”, de José Veríssimo Dias de Matos; “Eu e Outras Poesias”, de Augusto dos Anjos; “A Esfinge Sem Segredo”, de Oscar Wilde; “Schopenhauer”, de Thomas Mann; “O Elixir da Longa Vida”, de Honoré de Balzac; “Cândido”, de Voltaire; “Viagens de Gulliver”, de Jonathan Swift; “Utopia”, de Thomas Morus; “Canção do Exílio”, de  Gonçalves Dias; “A Carne”, de Júlio Ribeiro; “Os Sertões”, de Euclides da Cunha; além das principais obras de William Shakespeare, Fernando Pessoa,  Machado de Assis, Florbela Espanca e Eça de Queirós.   Para fazer o download basta clicar sobre o livro selecionado. Para acessar: http://bit.ly/pGpYjD

As entrevistas da Paris Review 

Todas as entrevistas da lendária “Paris Review”. São mais de 200 entrevistas com nomes como T.S Eliot, Ernest Hemingway, Jorge Luis Borges, William Burroughs, Simone de Beauvoir, Jack Kerouac. Para acessar:  http://bit.ly/9pPkDI

As grandes entrevistas da Playboy 

As grandes entrevistas da “Playboy” americana, disponíveis on-line (algumas antológicas como as de Martin Luther King e John Wayne). Para acessar: http://bit.ly/eYCGGy

Textos fundadores do Modenismo 

20 revistas históricas, que publicaram os textos fundadores do Modernismo,  disponíveis on-line. Os textos foram publicados entre 1900 e 1922. Para acessar: http://bit.ly/xPMvmm

60 obras sobre os principais pensadores da educação para download

O Mi­nis­té­rio da Edu­ca­ção, em par­ce­ria com a Unes­co e a Fun­da­ção Jo­a­quim Na­bu­co, dis­po­ni­bi­li­zou pa­ra downlo­ad a Co­le­ção Edu­ca­do­res, uma sé­rie com 62 li­vros so­bre per­so­na­li­da­des da edu­ca­ção. A co­le­ção traz en­sai­os bi­o­grá­fi­cos so­bre 30 pen­sa­do­res bra­si­lei­ros, 30 es­tran­gei­ros, e dois ma­ni­fes­tos: “Pi­o­nei­ros da Edu­ca­ção No­va”, de 1932, e “Edu­ca­do­res”, de 1959. A es­co­lha dos no­mes pa­ra com­por a co­le­ção foi fei­ta por re­pre­sen­tan­tes de ins­ti­tu­i­ções edu­ca­cio­nais, uni­ver­si­da­des e  Unes­co. O cri­té­rio pa­ra a es­co­lha foi re­co­nhe­ci­men­to his­tó­ri­co e o al­can­ce de su­as re­fle­xões e con­tri­bui­ções pa­ra o avan­ço da edu­ca­ção no mun­do. No Bra­sil, o tra­ba­lho de pes­qui­sa foi fei­to por pro­fis­si­o­nais do Ins­ti­tu­to Pau­lo Frei­re. No pla­no in­ter­na­ci­o­nal, foi tra­du­zi­da a co­le­ção Pen­seurs de l’édu­ca­ti­on, or­ga­ni­za­da pe­lo In­ter­na­ti­o­nal Bu­re­au of Edu­ca­ti­on (IBE) da Unes­co, em Ge­ne­bra, que reú­ne al­guns dos mai­o­res pen­sa­do­res da edu­ca­ção de to­dos os tem­pos e cul­tu­ras. In­te­gram a co­le­ção os se­guin­tes edu­ca­do­res/pen­sa­do­res: Al­ceu Amo­ro­so Li­ma, Al­fred Bi­net, Al­mei­da Jú­ni­or, An­drés Bel­lo, An­ton Maka­renko, An­to­nio Gram­sci, Aní­sio Tei­xei­ra, Apa­re­ci­da Joly Gou­veia, Ar­man­da Ál­va­ro Al­ber­to, Aze­re­do Cou­ti­nho, Ber­tha Lutz, Bog­dan Su­cho­dolski, Carl Ro­gers, Ce­cí­lia Mei­re­les, Cel­so Su­cow da Fon­se­ca, Cé­les­tin Frei­net, Darcy Ri­bei­ro, Do­min­go Sar­mi­en­to, Dur­me­val Tri­guei­ro, Ed­gard Ro­quet­te-Pin­to, Fer­nan­do de Aze­ve­do, Flo­res­tan Fer­nan­des, Fre­de­ric Skin­ner, Fri­e­drich Frö­bel, Fri­e­drich He­gel, Fro­ta Pes­soa, Ge­org Kers­chen­stei­ner, Gil­ber­to Freyre, Gus­ta­vo Ca­pa­ne­ma, Hei­tor Vil­la-Lo­bos, He­le­na An­ti­poff, Hen­ri Wal­lon, Hum­ber­to Mau­ro, Ivan Il­lich, Jan Amos Co­mê­nio, Je­an Pi­a­get, Je­an-Jac­ques Rous­se­au, Je­an-Ovi­de De­croly, Jo­hann Her­bart, Jo­hann Pes­ta­loz­zi, John Dewey, Jo­sé Mar­tí, Jo­sé Má­rio Pi­res Aza­nha, Jo­sé Pe­dro Va­re­la, Jú­lio de Mes­qui­ta Fi­lho, Liev Se­mio­no­vich Vygotsky, Lou­ren­ço Fi­lho, Ma­no­el Bom­fim, Ma­nu­el da Nó­bre­ga, Ma­ria Mon­tes­so­ri, Ní­sia Flo­res­ta, Or­te­ga y Gas­set, Pas­cho­al Lem­me, Pau­lo Frei­re, Ro­ger Cou­si­net, Rui Bar­bo­sa, Sam­paio Dó­ria, Sig­mund Freud,Val­nir Cha­gas, Édou­ard Cla­pa­rè­de e Émi­le Durkheim. Pa­ra aces­sar: http://bit.ly/fy7rhp

John Fante inédito 

Um texto de John Fante, do livro póstumo The Big Hunger, ainda inédito no Brasil. Traduzido por Clara Averbuck. Para acessar: http://bit.ly/y4IESh

Ezra Pound em áudio 

A obra completa de Ezra Pound em áudio. Para acessar:  http://bit.ly/bClKr1

A biblioteca de Julio Cortázar 

Livros, dedicatórias, anotações, bilhetes, recortes de jornal de um dos mais importantes escritores de todos os tempos, o argentino Julio Cortázar. Para acessar:  http://bit.ly/4CvMIy

As 100 obras-primas da música clássica para ouvir on-line 

O site de compartilhamento de músicas on-line Grooveshark disponibilizou uma playlist com as 100 obras-primas da música clássica. A lista, que compreende o período de 1685 a 1928, é uma compilação da série “Top 100 Masterpieces of Classical Music”, publicada em 10 volumes, em 1994. Cada um dos volumes abrange um período de 40 anos e reúne as 10 dez melhores peças de cada período executadas por orquestras diferentes. A lista  traz nomes como Johann Sebastian Bach, Johann Pachelbel, George Frederick Handel, Henry Purcell, Antonio Vivaldi, Tomaso Albinoni, Christoph Willibald Gluck, Wolfgang Amadeus Mozart, Ludwig van Beethoven, Franz Joseph Haydn, Gioachino Rossini, Franz Schubert, Felix Mendelssohn, Frederic Chopin, Carl Maria von Weber e Robert Schumann. O primeiro período, 1685 a 1730, traz Bach, Pachelbel, Handel, Purcell, Vivaldi e Albinoni. O segundo período, de 1731 a 1775, traz Handel, Gluck, Bach, Mozart e Vivaldi. O terceiro período, de 1776 a 1787, traz Mozart. O quarto período, de 1788 a 1810, traz Mozart, Beethoven e Haydn. O quinto período, de 1811 a 1841, traz Rossini, Schubert, Mendelssohn, Chopin, Weber e Schumann. O sexto período, de 1842 a1853, traz  Mendelssohn, Liszt, Verdi, Schumann, Wagner e Suppe. O sétimo período, de 1854 a 1866, traz Offenbach, Rubinstein, Liszt,  Brahms, Verdi, Grieg, Smetana, Suppe e Strauss II. O oitavo período, de 1867 a1876, traz Tchaikovsky, Brahms, Smetana, Wagner , Grieg, Bizet, Delibes e Strauss. O nono período, de 1877 a 1893,  traz Tchaikovsky, Dvorak, Rimsky-Korsakov, Grieg, Strauss II  e Wagner. O decimo período, de 1894 a1928, traz Strauss, Mahler, Sibelius, Rimsky-Korsakov, Massenet, Elgar, Dvorak e Ravel. Para ouvir: http://tny.gs/p2afmX

O maior acervo on-line de música brasileira

O acervo musical do Ins­tituto Moreira Salles disponibiliza aproximadamente 28 mil gravações, a maior parte raridades que foram digitalizadas de discos de 78 rpm de grandes coleções pessoais. Fazem parte do acervo os arquivos do músico Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixi­nguinha; do jornalista e pesquisador musical José Ramos Tinhorão; do fotógrafo e pesquisador Humberto Franceschi; do pianista e compositor Er­nesto Nazareth; do jornalista e produtor musical Walter Silva; da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga; e da cantora Elizeth Cardoso, considerada uma das mais importantes intérpretes da música brasileira em todos os tempos. Destaque para a música de Francisco Alves, Mario Reis e Garoto. Para acessar: http://bit.ly/u29qZG

200 clássicos da música erudita on-line 

O Classical Music Only Channel, canal do YouTube dedicado a música erudita,  disponibiliza desde 2008 clássicos para audição on-line. Nomes como Friedrich Kreisler, Rachmaninoff, Brahms, Tchaikovsky, Johann Sebastian Bach, Wagner, Schubert, Mendelssohn, Beethoven, Strauss, Chopin, Liszt, além de óperas de Rossini, Jacques Offenbach, Franz von Suppé,  Nicolai, Mozart e Verdi podem ser ouvidas no canal. Para acessar: http://bit.ly/mQa8T8

Rádio Jazz trompete 

Os melhores trompetistas de jazz do mundo. Para acessar: http://bit.ly/diTJhP

Buscador de músicas e artistas 

O projeto Musikki é uma ferramenta de busca de conteúdo musical que permite buscas simultâneas no YouTube, Last.FM, Amazon, Flickr e Twitter. Diferentemente de outros buscadores, o Musikki agrega numa única página todo o resultado: biografia, vídeos, fotos, agenda de concertos e últimos tweets postados sobre o assunto. O projeto, que ainda está em fase de teste, foi desenvolvido por alunos da Universidade de Aveiro, de Portugal.  Para acessar: http://www.musikki.com/

Criador de playlist com vídeos do YouTube 

Um buscador de música que monta uma playlist do artista pesquisado e outra por afinidade musical. Para acessar:  http://bit.ly/16ET8c

A primeira fotografia 

A primeira fotografia da história. Feita em 1826 e atribuída ao francês Joseph Nicéphore Niépce. Para acessar:  http://on.fb.me/yWC4wk

A primeira fotografia colorida 

A primeira fotografia colorida da história, feita pelo físico James Clerk Maxwell, em 1861. Para acessar: http://on.fb.me/z1xTz8

A maior coleção de fotografias históricas do mundo 

O acervo da Library of Congress traz fotografias de 1830 a 2010. Para acessar:  http://1.usa.gov/gTYU7e

20 mil fotos de 40 fotógrafos premiados

O site Alafoto disponibilizou, para uso não comercial, uma nova galeria com aproximadamente 20 mil imagens. A nova seção, chamada de “Bravíssimo”, é composta por 40 premiados fotógrafos e abrange o período de 1958 a 2010. Fazem parte do acervo fotógrafos de 15 nacionalidades: a alemã Claudia Rogge, especializada em nus; o fotógrafo gótico americano Chris Anthony, uma das lendas da internet; o belga Christophe Gilbert, considerado o rei do Photoshop; o russo Andrey Razoomovsky, um dos maiores especialistas em arte erótica do mundo; o polonês Jarek Kubicki, que se notabilizou por suas ilustrações para capas de CDs famosos; o italiano Gabriele Rigon, especialista em fotografia de guerra; o canadense Michael Levin, um mito da fotografia contemporânea, especializado em retratar o cotidiano de pessoas anônimas; Rene Maltete, francês que ficou conhecido por capturar cenas com humor de duplo sentido; o inglês Michael Kenna, um dos maiores especialistas da história da fotografia em preto e branco; o suíço Bruno Bisang, que imortalizou Claudia Schiffer, Huntziger Michelle e Mônica Bellucci; o francês Hedi Slimane, fotógrafo oficial de Amy Winehouse e responsável por suas últimas fotos em estúdio; o britânico Gavin Bond, o mais famoso fotógrafo de Hollywood; o marfinense Ben Heine, especializado em ilustrações e desenhos; o russo Russell Croman, o maior nome da fotografia espacial de todos os tempos;  a russa Elena Kalis, que ficou famosa pela série de fotografias feitas dentro da água; o suíço Guido Mocafico, especializado em natureza morta; o húngaro Sarolta Ban, que mistura fotografia e arte digital; o americano Spencer Tunick, conhecido pelas suas fotografias de grandes aglomerações de pessoas;  a australiana Anne Geddes, uma das fotógrafas mais respeitadas do mundo, que notabilizou-se pelo registro de bebês e crianças pequenas;  o inglês Lee Jeffries, especializado em fotografia de rua; o francês Gilbert Garcin, reverenciado por seu trabalho com colagens e esculturas; o lituano Ben Shahn, que ficou famoso como ilustrador editorial e influenciou várias gerações de ilustradores e designers; o escocês Albert Watson, que era cego de um olho, mas imortalizou nomes como Kate Moss, Alfred Hitchcock, Eric Clapton, Keith Richards e Mick Jagger; o britânico Tim Flach, especializado em fotografias de animais, sobretudo cães, gatos e cavalos; o americano Carl Bengtsson, fotógrafo de moda que mistura passado e presente; o lendário fotógrafo publicitário italiano Thomas Lavezzari; a canadense Corrie White, que ficou conhecida por suas fotografias de gotas em close-up; o norte-americano Thomas Shahan, especialista em macro fotografia; o parisiense Nicolas Guerin, um dos mais famosos fotógrafos de moda da França; o americano Kevin Lynch, especializado em urbanismo e autor de uma das fotografias mais influentes da arquitetura (A Imagem da Cidade); e o iraniano Firooz Zahedi, que se imortalizou por seus trabalhos nas revistas “The New Yorker”, “Vanity Fair”, “ Time”, “Esquire” e “Premiere”. Para acessar: http://bit.ly/ov2AEr

Memorial do Holocausto 

38 mil fotos do Memorial do Holocausto disponíveis on-line. Para acessar:  http://t.co/zY9iMJX

Fotografias panorâmicas da cidade de Veneza 

O fotógrafo Gilles Vidal, especializado em fotografia panorâmica, criou o projeto 360venezia, no qual é possível passear virtualmente pela lendária cidade italiana. Lugares como Bacino Orseolo, Palazzo Ducale, Rio del Ponte Delle Beccarie, Ponte dei Sospiri, Ponte di Rialto, Piazza San Marco, Sestiere di Santa Croce, Rio Della Misericordia, Chiesa di San Vidal, Ponte de la Rioda, Sestiere di Castello, Campo San Tomà, Canal Grande,  San Pietro, Peschiera, Maddalena, San Apostoli, San Giacomo, Scuola San Gio, além de uma fotografia panorâmica de toda a cidade, podem ser conferidos em alta definição. Para acessar: http://www.360venezia.com

Fotodocumentários 

Fotodocumentários realizados pela lendária agência Magnum, de Henri Cartier-Bresson.  Para acessar:  http://bit.ly/5ob7S

Querida fotografia

O Dear Photograph é um projeto de fotografia colaborativa que tem como slogan “Take a Picture of a Picture from the Past in the Present” (Tire uma foto da foto do passado no presente). O projeto propõe sobrepor uma foto antiga sobre o mesmo cenário, em dias atuais. O Dear Photograph foi criado pelo canadense Taylor Jones, de 21 anos, e virou sensação na internet.  Uma forma divertida de documentar uma lembrança e comparar o passado e o presente. Para participar do projeto basta enviar a foto e uma pequena legenda para o e-mail indicado no site. Para acessar: http://dearphotograph.com/
Imagens gratuitas
Um buscador de imagens gratuitas de alta resolução. Para acessar: http://bit.ly/8ZxBSQ

Passeie pelas cidades-sede da Copa 2014 

O portal Brasil 360° propõe uma viagem interativa pelas cidades brasileiras que serão sedes da Copa do Mundo de 2014. Das 12 cidades-sede (Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo), cinco já têm vídeos disponíveis no portal: Rio, Cuiabá, Curitiba, Manaus e Salvador. Até o começo de 2012 todas as cidades estarão disponíveis. O projeto, desenvolvido por uma empresa de tecnologia de Portugal, foi encomendado pela Embratur. Para navegar pelas imagens basta pressionar o mouse. Para acessar: http://bit.ly/oiwlRt

Paul Cézanne 

A obra completa de Paul Cézanne. Para acessar:  http://bit.ly/bTnQA1

Leonardo da Vinci

O caderno secreto de Leonardo da Vinci. Para acessar:  http://t.co/uZUe9ZG

63 mil pinturas de cinco mil artistas 

O projeto Your Paintings, da rede de notícias britânica BBC em parceria com a organização Public Catalogue Foundation, pretende disponibilizar para consulta on-line todo o acervo de pinturas a óleo dos museus e das galerias do Reino Unido. O acervo atual disponível para visitação é composto de 63 mil pinturas, de aproximadamente cinco mil artistas e 850 galerias. As pinturas compreendem o período de 1400 a 1990. O objetivo dos curadores do Your Paintings é catalogar e disponibilizar aproximadamente 200 mil obras nos próximos dois anos.  Por meio da ferramenta de busca, os usuários podem localizar pinturas pelo nome do artista, nome da obra, museu ou região. Também é possível fazer uma visita guiada on-line com especialistas, ou montar uma galeria pessoal com as pinturas prediletas. Outro destaque do Your Paintings é uma galeria com os 36 pintores mais conhecidos, com obras inclusas no site, entre eles, Leonardo da Vinci, Francis Bacon, William Blake, Georges Braque, Delacroix, Caravaggio, Van Gogh, Raphael, Botticelli, Monet, Cézanne e Renoir. Para acessar: http://bbc.in/pdekdb

Tour virtual por pinturas famosas 

Navegue pelo “O Nascimento de Vênus”, de Botticelli, e outras pinturas famosas em 28 milhões de pixels. Para acessar: http://bit.ly/wxWhaA

3 milhões de lições de pronúncia em 60 idiomas 

O Pronunciator é um serviço on-line que ensina a pronúncia correta de palavras e frases em 60 idiomas. A partir da escolha do seu idioma nativo e de outro, que deseja aprender, ele traz cinco níveis de exercícios: palavras básicas, verbos essenciais, frases simples, frases para turistas e conversação. Todas as aulas são baseadas na audição e repetição. Escolhendo um determinado exercício, o site abrirá uma tela com “play” e alguns botões de comando para você escolher o formato da aula. O Pronunciator pode ser utilizado somente para audição ou pelo sistema de exercício com reconhecimento de voz, em que você repete uma determinada palavra ou frase e o site lhe avisa se sua pronúncia foi correta ou se você deverá deve repeti-la até acertar, podendo assim passar para a aula seguinte. Para acessar: http://www.pronunciator.com

Acervo do grupo Folha

O acervo do grupo Folha abrange 90 anos de história, de 1921 a 2011. São séries completas de três títulos: “Folha da Noite”, diário vespertino criado em 1921; “Folha da Manhã”, edição matutina criada em 1925; e “Folha de S.Paulo”, que resultou da fusão, em 1º de janeiro de 1960, dos dois diários e da “Folha da Tarde” (1949-1959). O acervo também disponibiliza o “Guia Folha”, que circula desde 1997; e a “Revista São Paulo”, lançada 2009. Ao todo, são mais de 25 mil exemplares disponíveis para consultas on-line gratuitas, da Semana de Arte Moderna, em 1922, passando pela ascensão e queda de Hitler, na década de 1940, à Primavera Árabe, onda revolucionária de manifestações e protestos ocorrida no Oriente Médio em 2011. O acervo foi digitalizado de quatro instituições públicas: o Arquivo Público do Estado de São Paulo, a Biblioteca Nacional, a Biblioteca Mário de Andrade, e o Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. Para acessar: http://acervo.folha.com.br/


Educacionais 

144 sites educacionais. Para acessar: http://bit.ly/aMnstP

100 alternativas à Wikipédia 

O portal Free College Classes, especializado em educação on-line, fez uma lista com 100 alternativas à Wikipédia. A compilação reúne bibliotecas, enciclopédias e dezenas de sites de referência em artes, matemática, medicina, música, ciências, esporte, astronomia, tecnologia, língua e literatura. Diferentemente da Wikipédia, que é uma enciclopédia open source, ou seja, que permite que qualquer usuário edite informações tornando-a pouco confiável, os sites que aparecem na lista do Free College Classes, em sua maior parte, são editados por especialistas. Ao todo, são mais de 400 milhões de itens, divididos entre artigos, teses, livros, áudios, vídeos, mapas e imagens para download ou consulta on-line. Embora haja predominância da língua inglesa, conteúdo em 50 idiomas pode ser encontrado. A lista também traz uma seção de simulados e outra para consulta on-line com especialistas. Alguns destaques da lista: Ency­clopedia.com, permite pesquisar em 100 enciclopédias ao mesmo tempo; The Free Library, uma das maiores bibliotecas on-line do mundo com 18 milhões de livros e artigos; Encyclopedia of Life, reúne informações sobre cada espécie de planta, animal, fungos e bactérias que vivem na Terra; Fact Monster, ferramenta direcionada ao público infantil com informações básicas sobre quase tudo que existe; All Music Guide, o maior guia de música da internet; Oxford Music Online, uma espécie de porta de entrada para todos os tipos de pesquisa musical; Encyclopedia Mythica, a maior coleção de recursos e links para assuntos relacionadas a mitologia, religião, folclore e lendas urbanas; Thesaurus Visual, dicionário que mapeia sinônimos e antônimos visualmente; The Straight Dope, faça  perguntas sobre qualquer tema para obter respostas personalizadas de um especialista; Bibliomania, site especializado em textos clássicos e raros; Merck Medical Manuals, uma gigantesca coleção de manuais médicos disponíveis para profissionais da saúde; Library of Congress,  Biblioteca do Congresso americano, um dos maiores acervos culturais do mundo; Symbols, informações sobre milhares de símbolos, sua história, uso e significados; Nasa Images, o maior acervo de fotografias espaciais da internet; Time and Date, para descobrir o que aconteceu em qualquer dia ou época da história. Para acessar: http://bit.ly/roCABP

Vídeos para educadores 

100 sites especializados em vídeos para educadores. Para acessar: http://bit.ly/nxTOJm

O maior acervo cultural e científico do mundo

A Europeana é o maior acervo cultural e científico on-line do mundo. São 15 milhões de itens, entre imagens, pinturas, desenhos, mapas, fotos, livros, jornais, cartas, diários, vídeos e áudios. Alguns itens e tópicos são mundialmente famosos, como os desenhos de Leonardo da Vinci, as pinturas de Vermeer, e a primeira edição do livro de Isaac Newton “Princípios Matemáticos da Filosofia Natural”, escrito em 1687, sobre as leis do movimento dos corpos. Também há uma seção destinada aos tesouros europeus, documentos raríssimos que datam da Idade Média. Cerca de 1500 instituições participam do projeto, entre elas a British Library de Londres e o Museu do Louvre, de Paris. O projeto Europeana está disponível em 28 línguas. Para acessar: http://europeana.eu/

Biblioteca Britânica

Acervo on-line de uma das maiores bibliotecas do mundo. Para acessar:   http://www.bl.uk/

Steven Spielberg 

Os arquivos de Steven Spielberg. Para acessar:  http://bit.ly/2DgxVo

Os 10 melhores começos de livros 

Perguntei a 35 convidados, de díspares perfis, quais eram os melhores inícios de livros que haviam lido. Cada participante poderia indicar até três começos inesquecíveis, de autores brasileiros ou estrangeiros de todas as épocas. 37 livros foram citados, mas apenas 23 obtiveram mais de uma citação. São eles “Crônica de Uma Morte Anunciada”, “Cem Anos de Solidão” e “Amor nos Tempos do Cólera”, de Gabriel García Márquez; “O Lobo da Estepe”, de Hermann Hesse; “Grandes Esperanças”, de Charles Dickens; “O Retrato de Dorian Gray”, de Oscar Wilde; “Memórias Póstumas de Brás Cubas” e “Dom Casmurro”, de Machado de Assis; “1984”, de George Orwell; “Lolita”, de Vladimir Nabokov; “O Estrangeiro”, de Albert Camus; “Um Amor de Swann”, de Marcel Proust;  “Trainspotting”, de Irvine Welsh; “Viagem ao Fim da Noite”, de Louis-Ferdinand Céline; “O Apanhador no Campo de Centeio”, de J.D. Salinger; “Notas do Subsolo”,  de Dostoiévski; “O Amanuense Belmiro”, de Cyro dos Anjos; “O Complexo de Portnoy”, de Philip Roth; “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa; “Moby Dick”, de Herman Melville; “A Metamorfose”, de Franz Kafka; “O Ventre”, de Carlos Heitor Cony, e “Pergunte ao Pó”, de John Fante.
 Para acessar: http://bit.ly/v8M1ps

Os 10 melhores começos de livros de autores brasileiros 

Dando sequência à série de melhores começos de livros, perguntei a 20 convidados — escritores, críticos, professores e jornalistas — quais eram os melhores inícios de livros de autores brasileiros. Cada participante poderia indicar até cinco começos, excetuando aqueles que apareceram na primeira lista: “Grande Sertão: Veredas”, de Guimarães Rosa; “O Ventre”, de Carlos Heitor Cony; e “O Amanuense Belmiro” de Cyro dos Anjos. 21 livros foram citados, 14 obtiveram mais de uma citação, são eles “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, de Machado de Assis; “Quase Memória”, de Carlos Heitor Cony; “A Maçã no Escuro”, de Clarice Lispector;  “Memórias de um Sargento de Milícias”,  de Manuel Antônio de Almeida; “Lavoura Arcaica”, Raduan Nassar; “Deus de Caim”, Ricardo Guilherme Dicke; “Macunaíma”, de Mário de Andrade; “A Morte e a Morte de Quincas Berro D’Água”, de Jorge Amado; “Com Meus Olhos de Cão”, de  Hilda Hilst; “O Tempo e o Vento”, de Erico Verissimo; “O Jardim do Diabo”, de Luis Fernando Verissimo;  “A Lua Vem da Ásia”, de Campos de Carvalho; e “Dom Casmurro” e “Memórias Póstumas de Brás Cubas”,  de Machado de Assis.
Para acessar: http://bit.ly/yHztKl

Os 10 melhores finais de livros 

Dando sequência à série de melhores trechos de livros, inverti a pergunta, e pedi a 15 convidados — escritores, críticos, professores e jornalistas — que apontassem quais eram os melhores finais de livros da literatura universal. Cada participante poderia indicar até cinco finais, sem se preocupar com a relevância canônica da obra, levando em consideração apenas o gosto pessoal e o prazer proporcionado por ela. 16 livros foram citados, 11 obtiveram mais de uma citação, são eles “Crime e Castigo” e “Notas do Subsolo”, de Fiódor Dostoiévski; “On The Road”, de Jack Kerouac; “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel García Márquez; “1984”, de George Orwell; “A Espera dos Bárbaros”, de J. M. Coetzee; “Nada de Novo no Front”, de Erich Maria Remarque; “Lolita”, de Vladimir Nabokov; “O Grande Gatsby”, de F. Scott Fitzgerald, e “O Estrangeiro”, Albert Camus. Dois autores: Fiódor Dostoiévski e Gabriel García Márquez, que aparecem na lista atual, já apareceram na lista de melhores começos, publicada anteriormente. Para acessar: http://bit.ly/wF6M2q

Os 10 melhores poemas de todos os tempos 

Perguntei a 30 convidados — escritores, críticos, professores, jornalistas — entre obras poéticas conhecidas, quais são os melhores poemas de todos os tempos. Cada participante poderia indicar entre um e dez poemas. Nenhum autor poderia ser citado mais de uma vez. 69 poemas foram indicados, mas destes apenas 23 tiveram mais de três citações. São eles: “O Cão Sem Plumas” e “Morte e Vida Severina”, de João Cabral de Melo Neto; “Campo de Flores” e “A Máquina do Mundo”, de Carlos Drummond de Andrade; “Romanceiro da Inconfidência”, de Cecília Meireles; “Via Láctea”, de Olavo Bilac; “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias; “Romanceiro Gitano”, de Federico García Lorca; “Poema do Fim”, de Marina Tzvietáieva, “Nalgum Lugar em que Nunca Estive”, de e. e. cummings; “Anabase”, de Saint-John Perse; “A Divina Comédia’, de Dante Alighieri; “Funeral Blues”, de W.H. Auden; “O Corvo”, de Edgar Allan Poe; “Terra Desolada”, de T.S. Eliot; “Tabacaria”, de Fernando Pessoa; “Poema Sujo”, de Ferreira Gullar; “Cântico Negro”, de José Régio; “À Espera dos Bárbaros”, de Konstantinos Kaváfis; “E Então, Que Quereis?...”, de  Vladímir Maiakóvski; “Os Estatutos do Homem”, de Thiago de Mello, e “Hugh Selwyn Mauberly”, de Ezra Pound.
 Para acessar: http://bit.ly/wLWZUH

30 contos de até 100 caracteres 

Embora não seja reconhecido como um gênero literário — sendo associado às tendências de vanguarda e ao minimalismo —, os “microcontos” ganharam um grande número de adeptos nas duas últimas décadas. A partir do início dos anos 1990, estudos e antologias começaram a abordar o tema de forma enfática, resultando em centenas de publicações em todo o mundo. Ainda que pareça, as micronarrativas de ficção não são algo recente. Grandes nomes da literatura mundial como Tolstói, Jorge Luis Borges, Bioy Casares, Julio Cortázar e Ernest Hemingway já incursionaram pelo tema. O escritor guatemalteco Augusto Monterroso, que morreu em 2003, é tido como um dos fundadores do “gênero” com o conto “O Dinossauro”, escrito com apenas trinta e sete letras e considerado o menor da literatura mundial, na época: “Quando acordou o dinossauro ainda estava lá.” O norte-americano Ernest Hemingway também é o autor de outro famoso microconto, com apenas vinte e seis letras: “Vende-se: sapatinhos de bebê nunca usados.” No Brasil, o pioneiro foi o escritor Dalton Trevisan, com o livro “Ah, é?”, de 1994. Mesmo não havendo nenhuma regra clara, uma das definições para o microconto seria o limite de 150 caracteres, incluindo espaços.
Para acessar: http://bit.ly/wdKMUt

Melhores filmes do IMDb

Os filmes mais bem avaliados no IMDb. Para acessar: http://bit.ly/h0zye

Bibliotecas impressionantes 

As 35 bibliotecas mais impressionantes do mundo. Para acessar: http://t.co/hX6Jvvgu

Os livros mais caros do Brasil

O Estante Virtual, fundado em 2005, é o maior portal de livros usados do Brasil e um dos maiores do mundo. São mais de 1.900 sebos de 330 cidades cadastrados. Todos os usuários têm à disposição sua própria estante e podem vender livros  para leitores de mais de 30 países.  Um dos destaques do site é a seção de livros raros, onde estão à venda relíquias que “valem” uma pequena fortuna.  Por exemplo, um exemplar de 1870, da primeira edição de “20 mil Léguas Submarinas”, de Júlio Verne, está anunciado por  99 mil reais, fora o frete. Um exemplar da primeira edição “Jornal do Commercio”, datado de 1º de outubro de 1827, tem o  preço sugerido de 51 mil. Para ver toda a seção de raros, que tem aproximadamente 90 mil livros cadastrados, acesse este endereço: http://bit.ly/q7zy28

As cartas perdidas de Caio Fernando Abreu 

Um tesouro guardado no arquivo do escritor Nei Duclós por 35 anos traz por inteiro o jovem Caio F, então com 27 anos, com suas lutas, medos e sonhos, reportando com lucidez e coragem a época e o país em que vivia, a profissão que abraçou e seus complicados habitantes. Para acessar: http://bit.ly/zQlK44 e http://bit.ly/yEgnol (parte 2).

Vinhos de A a Z 

Os termos e jargões mais utilizados, organizados em ordem alfabética.
Para acessar:  http://bit.ly/doQbOh

Conjugador de verbos on-line 

Base de verbos conjugados da língua portuguesa com aproximadamente 280 mil registros. Para acessar:  http://bit.ly/5OOoj

Paleta de cores on-line 

Paleta de cores em 3D. Para acessar: http://t.co/wpfh26A

Corpo humano em 3D 

Navegue pelo corpo humano em 3D (é mais detalhado do que o aplicativo do Google).
Para acessar: http://bit.ly/mqg8AP

Relógio atômico 

Relógio com precisão atômica. Para acessar: http://t.co/KaM6NhI

Toda a obra de Wolfgang Amadeus Mozart para download

O site www.mozart-weltweit.com disponibilizou para download legal e para audição on-line, toda a obra do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, composta por cerca de 700 peças, totalizando mais de 180 horas de música. Mozart foi o mais importante e prolífico compositor do período clássico. Suas obras são referenciais na música sinfônica, concertante, operística, coral, pianística e de câmara. Mozart compôs o primeiro concerto aos 11 anos de idade e o último em 1791, ano de sua morte, aos 35 anos. Entre suas obras estão 41 sinfonias; 19 missas (incluindo o Requiem); 27 concertos para piano; concertos para trompas, flauta, oboé, clarineta, fagote e harpa, 12 árias de concerto; 13 serenatas; 50 canções para voz e piano e 24 óperas, com destaque para “A Flauta Mágica” “Idomeneo”, “Don Giovanni” “O Rapto do Serralho” “Cosi Fan Tutte” e “As Bodas de Fígaro”. Para fazer o Download basta clicar sobre a opção desejada, com o botão direto do mouse pressionado, e mandar salvar.
 Para acessar:http://bit.ly/YzFvN Endereço alternativo: http://bit.ly/8kjcde

1001 álbuns para ouvir antes de morrer

O “1001 Álbuns” é um projeto audacioso. Seus criadores disponibilizaram 1001 álbuns de música para se ouvir on-line. Os discos do projeto são os mesmos do livro “1001 Discos Para Ouvir Antes de Morrer”. A seleção foi feita por 90 jornalistas e críticos, em 2006, e abrange a história da música de 1955 a 2005, de Frank Sinatra a Arcade Fire. Para acessar: http://bit.ly/5oluqk

As 100 maiores canções de jazz da história (com vídeo e áudio incorporados)

Os sites Jazz24 e NPR Música fizeram uma enquete mundial para eleger as 100 melhores canções de jazz em todos os tempos. 1500 canções foram citadas por cerca de 10 mil participantes. No topo da lista aparece “Take Five”, composição escrita por Paul Desmond e apresentada pelo The Dave Brubeck Quartet, no álbum “Time Out”, de 1959. “Take Five” foi o primeiro single de jazz da história a vender 1 milhão de cópias. O segundo lugar da lista ficou com “So What”, de Miles Davis, gravada no álbum “Kind of Blue”, também de 1959.  Em terceiro lugar aparece “Take The a Train”, composta  por Billy Strayhorn e gravada por Duke Ellington, no álbum “Uptown”, de 1952. John Coltrane é o músico que aparece mais vezes, com oito canções. A lista traz ainda uma galeria de lendas como Dizzy Gillespie, Louis Armstrong, Chet Baker, Ella Fitzgerald, Stan Getz, Benny Goodman, Oliver Nelson, Herbie Hancock, Coleman Hawkins, Bill Evans, Ahmad Jamal, Glenn Miller, Ray Charles, Charlie Parker, Errol Garner,  Billie Holiday, Thelonious Monk e Nina Simone.
Para acessar os vídeos: http://bit.ly/lSDqTi
Para acessar o áudio: http://tny.gs/lm3vil
Para acessar apenas o resultado: http://bit.ly/hqlB76

A melhor rádio on-line do mundo

A Accu Jazz é considerada a maior e melhor rádio de jazz on-line do mundo.  São mais de 50 canais divididos em dezenas de categorias como estilo, instrumento,  compositor, região e período. Faça um passeio pela história do jazz, do Dixieland da década de 1910, passando pelas Big Bands dos anos 30, pelo Bebop dos anos 40, pelo  Jazz latino das décadas de 50 e 60, pelo  Fusion das décadas de 70 e 80 até os ritmos jazzísticos dos dias atuais.
Para ouvir gratuitamente: http://www.accujazz.com

Um clássico do Rádio brasileiro

A  Rádio Difusora de Camanducaia foi um clássico do rádio no Brasil, criada pelo radialista Odayr Batista,  na década de 1970. O personagem principal era um locutor poeta, de voz empostada,  chamado Alberto Jr. O projeto fez parte da grade de programação das principais rádios brasileiras, como Globo, Bandeirantes e Jovem Pan. Em  2005, depois de anos fora do ar, o projeto foi reativado na internet. Para ouvir e reviver a lendária Rádio e o famoso bordão: “falando para a cidade e cochichando para o interior”, basta clicar nos estabelecimentos comerciais e esperar alguns segundos. Para acessar: http://www.radiocamanducaia.com.br

A música do dia em que você nasceu

Qual era a música que estava no topo das rádios no dia em que você nasceu? O site This Day In Music responde essa pergunta. Você pode consultar a data nas paradas musicais australiana, inglesa e americana, entre 1946 e os dias atuais. Algumas músicas estão disponíveis para ouvir on-line.
Para acessar: http://bit.ly/gtTf

Busque pessoas por afinidades musicais

O site Tastebuds é uma espécie de rede social que lista pessoas por suas afinidades musicais. O principal mandamento do site é: “você é o que você ouve”. Muito simples de usar e sem necessidade de cadastro, basta digitar o mínimo de três artistas ou bandas favoritas, seu país e começar a compartilhar suas preferências musicais. Os resultados podem ser filtrados por cidade, país, idade e sexo.  O site é integrado ao last.fm e permite que os usuários migrem seu conteúdo.
 Para acessar: http://bit.ly/9aBTJS

100 discos fundamentais da MPB

A lista foi organizada pelo professor, escritor e pesquisador musical Luiz Américo Lisboa Junior e compreende o período de 1955 a 1999. O levantamento traz desde clássicos do passado como Herivelto Martins, Sílvio Caldas e Lamartine Babo, passando por músicos inovadores como João Gilberto, Baden Powell e Mutantes, até nomes recentes como Marisa Monte. Embora os 100 discos não tenham sido hierarquizados, o levantamento traz uma resenha individual de cada um deles.
Para acessar: http://bit.ly/dbleXq

O maior acervo de vídeos de jazz da internet

O Jazz Music Tube é o maior acervo de vídeos clássicos de jazz da internet. Os vídeos são listados por estilo, pelo nome do artista, ou podem ser pesquisados pela busca do site. Um passeio pela história do jazz de 1920 a 2010, de Earl Hines a colagens jazzísticas dos anos 2000. Cerca de 10 mil vídeos estão disponíveis.  Destaque para os 100 melhores vídeos de jazz de todos os tempos.
 Para acessar: http://bit.ly/ellBDg

Os grandes mestres da música clássica para download legal

O Wikipedia:Sound/list é maior diretório on-line gratuito de música clássica da internet. As obras, de centenas de compositores, estão disponíveis para audição on-line ou para download legal. Para ouvir, basta clicar no player disponível em cada um dos temas. Para fazer o download, é preciso clicar no nome da obra, mandar salvar e depois utilizar o http://www.online-convert.com para converter para o formato Mp3.
Para cessar:http://bit.ly/HRRJB

As 100 melhores canções de rock de todos os tempos

O site de compartilhamento de músicas on-line Grooveshark disponibilizou uma playlist com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. A lista, que compreende o período de 1955 a 1986, traz desde os célebres Buddy Holly, Chuck Berry, Jerry Lee Lewis, Jimi Hendrix e  Beatles, até clássicos contemporâneos como Aerosmith e Nirvana.  A lista disponibilizada pelo Grooveshark é uma compilação de  20 listas especializadas. Em 2010, a AOL Music também fez uma lista com as 100 melhores canções de rock de todos os tempos. Diferentemente da lista compilada pelo  Grooveshark, a lista da AOL foi baseada  na avaliação de cerca de 200 mil ouvintes,  entre 2005 e 2010. Na lista do Grooveshark, “(I Can’t Get No) Satisfaction”, da banda britânica Rolling Stones, aparece na primeira posição. Na lista da AOL Music, “Stairway to Heaven”, dos também britânicos Led Zeppelin, é que tem o posto de primeiro lugar. Além de The Rolling Stones e Led Zeppelin; Pink Floyd e Beatles são as bandas que mais vezes aparecem em ambas as listas.

 Lista do Grooveshark: http://tny.gs/nfrBa0 — Lista da AOL Music:http://aol.it/a08mvY

A obra completa de Machado de Assis para download

Uma parceria entre o portal Domínio Público e o Núcleo de Pesquisa em Informática, Literatura e Linguística, da Universidade Federal de Santa Catarina, sistematizou, revisou e disponibilizou on-line a Coleção Digital Machado de Assis, reunindo a obra completa do autor para download. Além dos romances, “Ressurreição” (1872), “A Mão e a Luva” (1874), “Helena” (1876), “Iaiá Garcia” (1878), “Memórias Póstumas de Brás Cubas” (1881), “Casa Velha” (1885), “Quincas Borba” (1891), “Dom Casmurro” (1899), “Esaú e Jacó” (1904) e “Memorial de Aires” (1908),  a coleção engloba sua obra em conto, poesia, crônica, teatro, crítica e tradução. O projeto, que foi criado em 2008, também disponibiliza teses, dissertações e estudos críticos, e traz um vídeo sobre a vida do autor e sobre o contexto histórico em que ele viveu.
Para acessar:http://machado.mec.gov.br

1 milhão de livros para download

Open Library é um projeto sem fins lucrativos do Internet Archive e da Fundação Austin. O projeto consiste na disponibilização crescente de milhares de livros para download legal ou leitura on-line. Atualmente são 1 milhão exemplares e, embora a língua predominante seja a inglesa, podem ser encontrados livros em cerca de 40 idiomas. Também faz parte do acervo preciosidades históricas dos séculos 15, 16, 17 e 18. Para acessar: http://bit.ly/cPvcIT

Os 100 maiores livros não ficcionais

O suplemento “Livros”, do jornal inglês “The Guardian”, publicou uma lista dos 100 maiores livros não ficcionais já escritos. A lista, que gerou uma grande polêmica, foi dividida em 17 categorias: arte, biografia, cultura, meio ambiente, história, jornalismo, literatura, matemática, memórias, mente, música, filosofia, política, religião, ciências, sociedade e viagens. Livros das últimas décadas como “Notícia de um Sequestro”, de Gabriel García Márquez, “Pós-Guerra”, de Tony Judt, “Os Anéis de Saturno”, de W.G. Sebald, “Uma Breve História do Tempo”, de Stephen Hawking, dividem a lista com clássicos literários dos últimos séculos como “As Histórias”, de Heródoto, “Assim falou Zaratustra”, de Friedrich Nietzsche, “Os Ensaios” de Michel de Montaigne “Confissões”, de Jean-Jacques Rousseau e “Elogio da Loucura”, de Erasmo. O site do jornal também disponibilizou um formulário para que os leitores que discordarem do resultado possam apontar livros que ficaram fora lista.  Como em qualquer lista, o resultado pode até ser questionável, mas não menos divertido.
 Para acessar: http://bit.ly/kwGEvG

120 livros acadêmicos para download gratuito

Cultura Acadêmica  é um selo da Fundação Editora da Unesp, que publica livros em primeira edição apenas nos formatos digitais, com a possibilidade de download gratuito. Atualmente são 120 títulos,  pautados nos conselhos editorias e comissões científicas e divididos em áreas como matemática, política, psicologia, comunicação, medicina, direito, filosofia, artes e literatura.
 Para acessar: http://bit.ly/bEpO3N

Toda a obra poética de Vinícius de Moraes para download

A Brasiliana, a biblioteca digital da Universidade de São Paulo, disponibilizou para  download gratuito, toda a obra poética de Vinícius de Moraes. Ao todo são 15 livros, compreendendo o período de 1933 a 1975. São eles: “O Caminho para a Distância”, “Forma e Exegese”, “Ariana, a Mulher”, “Novos Poemas”, “5 Elegias”, “Poemas, Sonetos e Baladas”, “Pátria Minha”, “Orfeu da Conceição: Tragédia Carioca”, Livro de Sonetos”, “Receita de Mulher”, “Novos Poemas: II”, “Antologia Poética”, “O Mergulhador”, “Um Signo: Uma Mulher” e “A Casa”.
 Para acessar:http://bit.ly/9RPdCW

160 livros sobre comunicação para download

O Departamento de Comunicação e Artes da Universidade da Beira, de Portugal, disponibilizou para download legal e gratuito cerca de 160 livros sobre comunicação. Os livros estão disponíveis em formato PDF. Os interessados em obter a versão impressa poderão fazê-lo sob encomenda, com preços acessíveis. A maior parte dos livros são publicações do ano de 2010, 2011 e 2012.
Para acessar: http://bit.ly/eI9n2o

20 aplicativos do Facebook para amantes de livros

O site Mediabistro, especializado em publicidade digital e marcas, listou os 20 melhores aplicativos do Facebook para os apaixonados por livros. Por meio dos aplicativos você pode listar preferências, trocar livros em formato Kindle, compartilhar trechos preferidos, fazer listas, ler capítulos inicias de livros que ainda não foram lançados, escrever pequenas resenhas, fazer compras on-line com descontos consideráveis e ficar por dentro do mercado editorial mundial. Se você gosta de livros vale a pena perder algumas horas.
Para acessar: http://bit.ly/eJTJt6

900 filmes para download

O site Public Domain Torrents é um projeto permanente que disponibiliza filmes de domínio público para download. Atualmente são 900 filmes divididos em 15 categorias. Faz parte do acervo filmes clássicos como os de Charlie Chaplin na era do cinema mudo e filmes mais recentes, que ainda estão protegidos por direitos autorais, mas que foram cedidos por seus detentores legais para que fossem disponibilizados no site. Para acessar: http://bit.ly/duFxa8

800 filmes de cinco segundos

Gravar, editar e publicar um filme de cinco segundos por dia é a proposta do site 5-Second Films. O projeto foi criado pelo roteirista norte-americano Brian Firenzi e envolve uma equipe de 10 pessoas. As regras são simples: cada filme deve ter dois segundos para os créditos iniciais, cinco segundos dedicados ao filme e um segundo para o “The End”. Os temas vão do humor negro às paródias de clássicos do cinema. Alguns destaques do site, na opinião dos usuários, são: “Bankjob”, “Super-Psyched”, “Magic Show Volunteer”, “Masters of the Viewniverse”, “Coming of Age”, “Last Anchor Standing”, “The Big Creep”, “Robodog”, “Don’t Thinko de Mayo” e “Live Fast”.
Para acessar: http://5secondfilms.com

50 mil filmes de curta duração para ver on-line

O Future Shorts é um dos maiores e mais inovadores canais de distribuição de documentários e filmes de curta duração da internet. A proposta é dar espaço às mentes criativas do audiovisual mundial. São mais de 100 mil vídeos disponíveis para assistir on-line. O projeto reúne cineastas e produtores de 20 países.  Para acessar: http://bit.ly/BLNSF

Todos os episódios dos Simpsons para download ou para ver on-line

O site Watch the Simpsons disponibiliza, em inglês, todos os episódios de todas as temporadas da série “Os Simpsons”, para assistir on-line ou para download legal. A série, criada pelo cartunista Matt Groening para o canal FOX, é uma paródia satírica ao estilo de vida da classe média. Desde sua estreia, em 1989, o programa já exibiu cerca de 500 episódios.
Para acessar:http://www.wtso.net

O teste de House

Assista a um vídeo raro que o ator Hugh Laurie fez para o teste no casting da série House. O vídeo foi gravado em um banheiro de  hotel na África, em 2004, no intervalo das gravações do filme “O Voo da Fênix”. A cena de um minuto e meio fascinou os produtores do canal norte-americano Fox. Conta a lenda que 50 atores concorriam ao papel. Para assistir:http://migre.me/2kN1c

Os 500 melhores filmes da “Empire”

A revista “Empire” convidou leitores, diretores, atores e críticos para elegerem os 500 melhores filmes de todos os tempos. O resultado não chega a surpreender, mas foge um pouco das últimas listas publicadas pelas grandes revistas especializadas.  Para acessar:http://bit.ly/12jU8

25 faroestes clássicos de John Wayne para ver on-line

O site Open Culture, especializado em conteúdo cultural gratuito — aúdio, livros e filmes, disponibilizou 25 faroestes clássicos de John Wayne para assistir on-line. Os filmes abrangem cinco décadas do mítico ator, de 1930 a 1970.  Mesmo quase 33 anos após sua morte (morreu de câncer de estômago, em junho de 1979), John Wayne continua sendo um dos maiores e mais celebrados nomes da história do cinema americano. Para acessar: http://bit.ly/grvj0j

Um raríssimo documentário de Joaquim Pedro de Andrade sobre Manuel Bandeira

“O Poeta do Castelo”  é um raríssimo registro de Joaquim Pedro de Andrade sobre o cotidiano do poeta Manuel Bandeira.  O cineasta acompanha os gestos banais de sua rotina em seu pequeno apartamento no centro do Rio de Janeiro.  No final do vídeo, o momento mais tocante, Bandeira sai para a rua e caminha pela avenida Presidente Wilson, no bairro do Castelo, em direção à Academia Brasileira de Letras. Sua voz em off recita “Vou-me Embora para Pasárgada”.  No filme, os versos de Manuel Bandeira são lidos pelo próprio poeta.  O documentário, que está disponível no YouTube, é objeto de uma disputa judicial entre uma produtora detentora dos direitos do filme e os  herdeiros do poeta. Para acessar: http://bit.ly/kN0bAy

500 mil histórias em quadrinhos para download

O The Digital Comic Museum é o maior museu on-line de histórias em quadrinhos do mundo. Preciosidades de 1920 a 1970 estão disponíveis para download. Todas as HQs são de domínio público ou que tiveram seus direitos cedidos para que fossem disponibilizados no site. Embora os números não sejam precisos, estima-se que sejam mais de 500 mil histórias.
Para acessar:http://digitalcomicmuseum.com

HQs completas de Robert Crumb

Neste link você encontra para ler on-line as HQs completas, em inglês, do quadrinista e cartunista Robert Crumb. Crumb foi o fundador do movimento underground dos quadrinhos americanos. Em 2007 a empresa de consultoria global Synectics relacionou os 100 gênios vivos. Robert Crumb figura nesta lista. Para acessar: http://bit.ly/96UMjY

O maior acervo de fotografias históricas da internet

Em 2008 a revista “Life”, em parceria com o Google, disponibilizou 30% de seu gigantesco acervo fotográfico na internet. Grande parte dessas fotos nunca foi publicada. É possível encontrar imagens históricas e icônicas divididas em cinco categorias: pessoas, lugares, eventos, esporte e cultura. Atualmente o acervo disponível para consulta tem cerca de quatro milhões de fotos e compreende o período de 1860 a 1970. Para acessar: http://bit.ly/b9p4

As fotografias de Henri Cartier-Bresson

O site Al Fotto disponibilizou, para uso não comercial, um grande acervo do lendário fotógrafo francês Henri Cartier-Bresson, considerado um dos mais importantes fotógrafos do século XX e o mais influente de todos. O pai do fotojornalismo moderno, nasceu em 1908, em Chanteloupe, na França, e morreu em 2004.  Sua fotografia foi influenciada pelo húngaro André Kertész. Bresson teve inúmeros discípulos, que também se tornariam lendas da fotografia, entre eles Robert Doisneau, Willy Ronis e Edouard Boubat.  Suas fotografias estamparam as revistas mais importantes e famosas do mundo como “Life”, “Vogue” e “Harper's Bazaar”. Foi ele quem fotografou os últimos dias de Ghandi, além de ser autor de uma extensa galeria de fotografias icônicas, entre elas de Pablo Picasso, Braque, Alberto Giacometti, Henri Matisse, Paul Claudel, Paul Valéry, Jean-Paul Sartre, Simone de Beauvoir e Albert Camus. Foi também o primeiro fotógrafo da Europa Ocidental a registrar a vida na União Soviética de maneira livre. O jornalista Truman Capote o descreveu como um homem apaixonado pelo seu ofício: “Ele dançava na calçada como uma libélula inquieta, três grandes Leica penduradas ao pescoço, a quarta colada ao olho, tac-tac-tac, disparando cliques com uma intensa alegria e uma concentração religiosa de todo o seu ser. Nervoso e alegre, dedicado ao seu ofício, Cartier-Bresson é um homem solitário no plano da arte, uma espécie de fanático”.
Para acessar: http://bit.ly/iwPeBy

100 personagens icônicos de todos os tempos

O blog Webdesigner Depot publicou uma lista com os 100 retratos icônicos mais famosos de todos os tempos. De pinturas do período clássico, como as de Platão e Aristóteles, passando por imagens polêmicas, como as de Yoko Ono e John Lennon nu, até imagens recentes como a foto oficial de Nelson Mandela como presidente da África do Sul. Também fazem parte da lista algumas lendas do cinema, como Marlon Brando, Humphrey Bogart, Al Capone, Charlie Chaplin, Bette Davis, Marlene Dietrich. Para acessar: http://bit.ly/J2T1r

Fotos de Paris com 100 anos de diferença 

A Lens Culture é uma revista on-line com enfoque na fotografia contemporânea internacional. O projeto traz um grande acervo com fotógrafos de mais de 100 países. Um dos destaques do site são os registros de Paris do francês Eugene Atget, feitos entre 1900 e 1927. Em 1997 o americano Robert Rauschenberg, um dos papas da pop art, refez os passos de Eugene Atget, clicando os mesmo ângulos e paisagens da Cidade Luz com quase 100 anos de diferença. O resultado impressiona: depois de quase um século, pouca coisa mudou. Para acessar:http://bit.ly/dtRGLq

Uma foto por dia desde 1995

O Astronomy Picture of the Day Archive é o maior acervo de fotografias espaciais da internet. O projeto, mantido pela Nasa e pela Universidade Tecnológica de Michigan, faz um registro diário do Sistema do Solar desde 16 de junho de 1995 até a data atual. São mais de cinco mil imagens arquivadas por data e divididas entre estrelas, galáxias, cometas e planetas. Cada imagem traz uma curta explicação escrita por um astrônomo.
Para acessar: http://1.usa.gov/VImt

O álbum de fotos de Linda McCartney

O site Everyday i Show, especializado em fotografias icônicas, publicou na última semana uma galeria de imagens pessoais da fotógrafa e musicista americana Linda McCartney. Ex-editora da “Rolling Stone Magazine”, Linda McCartney imortalizou seu trabalho fotografando  ícones do rock como The Who, Jimi Hendrix, The Doors, Janis Joplin,  Bob Dylan e Beatles. Tornou-se mundialmente famosa ao casar-se com Paul McCartney em 1969. As fotografias, feitas entre 1967 e 1993, revelam, sobretudo, a intimidade do quarteto de Liverpool. Para acessar:http://bit.ly/kWca8N

As fotos da sessão que originou a capa do álbum “Abbey Road”, dos Beatles

O site Norwegian Wood, fã-clube norueguês dos Beatles, disponibilizou on-line todas as fotos da sessão que originou a capa do álbum “Abbey Road”. Lançado em setembro de 1969, “Abbey Road” é o 12° álbum da banda britânica e leva o mesmo nome da rua de Londres onde está localizado o lendário estúdio Abbey Road. A famosa fotografia da capa do álbum foi capturada pelo fotógrafo Iain Macmillan, um mês antes do lançamento do disco. A sessão durou pouco mais de dez minutos. Foi desta foto que surgiu a lenda de que Paul McCartney estaria morto, pois na foto ele aparece atravessando a rua de pés descalços.

Para acessar:http://bit.ly/4aNVx9

Como eu era. Como eu fiquei

“Young Me / Now Me” é um blog colaborativo (aberto à participação dos leitores) que publica fotos comparativas. São pessoas fotografadas hoje, repetindo poses de fotos tiradas em suas infâncias.
Para acessar: http://bit.ly/9udVbB

A foto mais cara do mundo: 3,9 milhões dólares

A fotografia “Untitled #96”, da fotógrafa e diretora de cinema norte-americana Cindy Sherman, foi  vendida num leilão da Christie’s, famosa casa de leilões de Nova York, na quarta-feira, 11, por 3,9 milhões dólares. O comprador foi um comerciante de Nova York. Cindy Sherman começou a fotografar em 1977. Fugindo da estética da fotografia tradicional, seu trabalho é comparável ao de alguns artistas famosos como Barbara Kruger, Richard Prince e Jenny Holze.  A fotografia, que agora detém o título de a mais cara do mundo, foi feita em 1981 e é um autorretrato da célebre fotógrafa.  Para acessar: http://bit.ly/lPqodH

50 mil fotos históricas de 1840 a 2010

O site Historypin é uma espécie de máquina do tempo digital. São cerca de 50 mil fotos de pessoas, cidades e costumes, de 150 países. O site combina o Google Maps e o Street View com fotos históricas, o que torna possível comparar uma determinada rua ou lugar de hoje com imagens do passado. As fotos podem ser pesquisadas por área geográfica, endereço ou ano, que vai de 1840 a 2010. O projeto foi lançado em junho de 2010 pelo We Are What We Do, movimento mundial direcionado a questões sociais e ambientais. O objetivo é criar, colaborativamente, o maior banco de imagens históricas do mundo. Para acessar:http://www.historypin.com/

Os oito maiores fotógrafos da história

O site Alafoto disponibilizou, para uso não comercial, imagens dos oito maiores fotógrafos da história. As fotografias cobrem o período de 1920 a 2010. Fazem parte da galeria “Genialíssimo”, espécie de hall da fama do Alafoto, os fotógrafos norte-americanos Ansel Adams, um dos responsáveis pela aceitação da fotografia como forma de arte; Irving Penn, um dos mais prolíficos fotógrafos de moda do século 20;  Dorothea Lange, que entrou para a história ao percorrer, nos anos 1930, 22 Estados do Sul e Oeste dos Estados Unidos, recolhendo imagens que documentam o impacto da Grande Depressão na vida dos camponeses; e Richard Avedon, conhecido como o mestre do retrato e responsável por criar um novo conceito de fotografia de moda. Ainda fazem parte da galeria “Genialíssimo” do Alafoto o alemão, naturalizado australiano, Helmut Newton, famoso por seus estudos de nus femininos; o franco-estadunidense Elliott Erwitt, especializado em fotografia documental e conhecido por suas fotos em preto e branco cheias de ironia e situações absurdas; o francês Henri Cartier-Bresson, considerado o pai do fotojornalismo, e, para muitos, o maior fotógrafo que já existiu; e o germano-americano Horst P. Horst, aluno e amigo de Le Corbusier, reconhecido como o maior fotógrafo de celebridades do mundo na primeira metade do século 20.
Para acessar: http://bit.ly/ax5uUR

Preciosidades históricas em sete idiomas

A Biblioteca Digital Mundial disponibiliza na internet, em formato multilíngue e gratuito, tesouros culturais de todo o mundo em um único lugar. O projeto, que tem o apoio da Organização das Nações Unidas, engloba universidades e bibliotecas de 150 países. Fazem parte do acervo manuscritos, mapas, livros raros, partituras, gravações, filmes, gravuras, fotografias e desenhos. Os itens podem ser facilmente pesquisados por lugar, período, tema, tipo de item, ou podem ser localizados por meio de uma pesquisa aberta em sete idiomas. As ferramentas de navegação e descrições de conteúdos são fornecidas em árabe, chinês, inglês, francês, português, russo e espanhol.
Para acessar: http://www.wdl.org/pt/

Dom Quixote Interativo

A Biblioteca Nacional da Espanha, por meio do projeto Quixote Interativo, disponibilizou uma versão on-line da primeira edição de “Dom Quixote”, clássico romance de Miguel de Cervantes, escrito entre 1605 e 1615. O projeto traz também conteúdo multimídia, como mapas interativos das andanças do “cavaleiro da triste figura”, músicas e vídeos baseados na obra.
Para acessar:http://bit.ly/b0wRdh

Esconderijo de Anne Frank

Faça um tour virtual pelo esconderijo de Anne Frank, onde a adolescente alemã escreveu o famoso diário relatando as experiências do período em que sua família se escondeu da perseguição nazista: http://bit.ly/gtNQaF

A última entrevista de Monteiro Lobato

Ouça a última entrevista de Monteiro Lobato, um dos mais influentes escritores e editores brasileiros do século 20.  A entrevista foi concedida  ao jornalista  Murilo Antunes Alves, da Rádio Record,  em 1948. Dois dias após entrevista o escritor morreu, vitimado por um derrame. Para acessar: (parte 1) http://bit.ly/an42j (parte 2): http://bit.ly/gGTvQ

Os arquivos de Albert Einstein

O Einstein Archives On-line é o maior acervo documental sobre um dos mais influentes intelectuais da era moderna, o físico e teórico alemão Albert Einstein, que se tornou mundialmente famoso pela formulação da teoria da relatividade. O banco de dados do projeto, que tem curadoria da Jewish National and University Library e Hebrew University of Jerusalem, permite o acesso a mais de 43 documentos das atividades de Einstein, divididos entre manuscritos raros, correspondência pessoal e profissional, cadernos, diários de viagem, notas e digramas. O acervo está disponível em 22 idiomas. Para acessar:http://www.alberteinstein.info/

A biblioteca pessoal de Fernando Pessoa

1.142 livros da biblioteca particular de Fernando Pessoa estão  disponíveis na internet para consulta on-line. A digitalização do acervo foi  feita pelo Centro de Linguística da Universidade de Lisboa. Os livros de vários gêneros e idiomas, no formato PDF e JPG, trazem dedicatórias, anotações, assinaturas, notas, diagramas e poemas do maior poeta de língua portuguesa da história.
Para acessar: http://bit.ly/dnJxA9

A biblioteca pessoal de Cortázar

O Centro Virtual Cervantes, dentro do projeto La Biblioteca del Escritor Argentino,  fez um dossiê com parte da biblioteca (composta de mais de quatro mil livros) de Julio Cortázar. São dedicatórias, anotações, rascunhos e objetos pessoais. Uma preciosidade para quem gosta daquele que é considerado um dos autores mais inovadores e originais de seu tempo,  comparável a Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe. Para acessar: http://bit.ly/4CvMIy

Os arquivos de Walt Whitman

A Walt Whitman Archive é uma ferramenta de pesquisa e ensino dedicada à vida e à obra de um dos um dos maiores expoentes da poesia norte-americana do século XIX: Walt Whitman.  O projeto reúne diários, manuscritos, textos em prosa, cartas, artigos jornalísticos, fotos e áudios raros, além de toda a crítica textual produzida sobre a sua obra. Também foram disponibilizados para download reproduções de seis edições de “Folhas de Relva” — a obra emblemática de Whitman —, incluindo a primeira edição, publicada 1855, e a última publicada em 1891. Quando morreu, em 1892, Walt Whitman havia publicado nove edições distintas de sua obra capital. “Folhas de Relva” influenciou alguns dos principais poetas norte-americanos do século XX, como William Carlos Williams, Ezra Pound, Carl Sandburg e a geração beat. Uma parceria entre a Universidade de Iowa e a Universidade de Nebraska-Lincoln é a mantenedora do projeto. Para acessar: http://bit.ly/qJ3

Tour virtual pela maior biblioteca barroca do mundo

Faça um passeio de 360 graus pela maior biblioteca barroca do mundo: a Biblioteca do Monastério de Strahov, na República Tcheca. A imagem, a maior já registrada em um ambiente interno, foi criada a partir de  três mil fotos de alta resolução,  totalizando 400 bilhões de pixels. Navegando pela imagem é possível ver detalhes de  títulos e texturas de livros antigos e até mesmo as rachaduras e pinceladas da pintura no teto. Para acessar: http://bit.ly/fqpac0

O museu dos museus

O projeto “O Museu dos Museus On-line” traz uma lista de links dos maiores museus virtuais do mundo. A lista é ampla. São mais de 200 museus, que vão desde o Museu do Holocausto, em Jerusalém, até o lendário Museu Bauhaus, em Weimar, na Alemanha. Para acessar:http://bit.ly/33MlZ2

O maior acervo de arte da internet

O Artchive é o maior e mais completo acervo on-line de arte do mundo. São 5 mil reproduções, em alta resolução, divididas entre pinturas, esculturas e fotografias. Os artistas são listados pelo nome, segmento artístico ou movimento a que pertenceram. O projeto inclui  tanto obras de  domínio público, cerca de 80% do acervo, como obras que ainda estão juridicamente protegidas.  No site também é possível comprar cartazes, calendários e camisetas.  Para acessar: http://bit.ly/11ztdj

As 20 obras de arte mais caras da história

O Art Encyclopedia 2011 publicou a lista atualizada das 20 obras de arte que alcançaram o maior valor em leilões e vendas privadas da história. Figuram na lista os artistas Peter Paul Rubens, Mark Rothko, Claude Monet, Andy Warhol, Vincent Van Gogh, Jackson Pollock, Willem de Kooning, Paul Cézanne, Pablo Picasso, Jasper Johns, Gustav Klimt e Francis Bacon. A tela mais cara de todos os tempos é “Nº. 5”, de Jackson Pollock, de 1948, vendida em 2006 por 140 milhões de dólares. A segunda tela mais cara é “Woman III”, de Willem de Kooning, de 1953, vendida também em 2006, por 137 milhões de dólares. E a terceira tela da lista é “Portrait of Adele Bloch-Bauer I”, de Gustav Klimt, de 1907, vendida por 135 milhões de dólares.  Dois artistas, Van Gogh e Pablo Picasso, são os mais prestigiados do levantamento e aparecem com três telas cada. Não faz parte da lista obras dos grandes mestres da pintura universal como Michelangelo, Raphael, Leonardo, Rembrandt e Vermeer, pertencentes a museus e igrejas e que teriam valor inestimável. Estima-se, por exemplo, que a “Mona Lisa”, de Leonardo da Vinci, pertencente ao Museu do Louvre, valeria entre 700 milhões e 1 bilhão de dólares. A lista compreende apenas obras que foram comercializadas em leilões e vendas privadas.
Para acessar: http://bit.ly/1crnx9

Inéditos de Andy Warhol

A Galeria Nacional da Escócia disponibilizou on-line 230 desenhos do pintor e cineasta americano Andy Warhol, um dos fundadores da Pop Art. Os desenhos, alguns raros e inéditos, fazem parte do acervo permanente da galeria e foram feitos entre 1945 e 1987, ano de sua morte.
Para acessar: http://bit.ly/DOocl

As pinturas de um artista cego de nascença

Esref Armagan é um pintor turco, cego de nascença, de 53 anos. Suas obras estão espalhadas por museus de toda a Europa. Sua habilidade extraordinária para pintar, usando uma técnica conhecida como perspectiva de três pontos (forma encontrada pelo homem para representar figuras tridimensionais: altura, largura e comprimento em uma superfície plana), considerada dificílima mesmo para pessoas que enxergam, impressiona a toda comunidade médica e científica mundial. Primeiro ele desenha usando uma técnica braile, depois adiciona cores individualmente. Esref, que tem sido comparado ao mestre renascentista Brunelleschi, recentemente foi submetido a experimentos na Universidade de Harvard, em que teve seu cérebro monitorado e descobriu-se que áreas relativas à visão que deveriam estar inativas surpreendentemente não estão quando ele pinta. Neste endereço você poderá conferir algumas de suas pinturas:http://bit.ly/50fkOs

Passeio virtual pelo acervo de 17 museus internacionais

O Google Art Project é uma parceria entre o Google e 17 museus e galerias de nove países.  O projeto permite o acesso on-line a 350 salas de exposição com obras de 486 artistas.  As instituições participantes são a Uffizi Gallery, de Florença; o Museu de Arte Moderna (MoMA), a Frick Collection e The Metropolitan Museum of Art, de Nova York; o Freer Gallery of Art, Smithsonian, de Washington; a Alte Nationalgalerie e a Gemäldegalerie, de Berlim; a Tate Britain e a National Gallery, de Londres; os museus Reina Sofia e Thyssen-Bornemisza, de Madri; os museus Van Gogh e o Rijksmuseum, de Amsterdã; o Hermitage, de São Petersburgo; o Museu Kampa, de Praga; o Palácio de Versalhes, em Versalhes, e a State Tretyakov Gallery, de Moscou. Ao clicar sobre o museu escolhido, um mapa do museu  (Floor Plan) será disponibilizado na barra lateral. Além do tour virtual, cada uma das instituições participantes expõe uma obra famosa que pode ser visualizada em altíssima resolução. Para acessar:http://www.googleartproject.com

Buscador de partituras

O site Sheet Search disponibiliza para download legal cerca sete mil partituras de músicas. A maior parte do acervo, que compreende o período de 1700 a 2000, é composto por clássicos da música erudita, mas temas contemporâneos, folclóricos e regionais também podem ser encontrados. Para acessar: http://www.sheetsearch.com

10 bons vinhos que custam até 90 reais

A revista “Exame”, na sua versão on-line, pediu à sommelière Alexandra Corvo, uma das maiores especialistas em vinhos no Brasil, que preparasse uma lista com dez rótulos de qualidade com preços inferiores a 100 reais. A lista traz vinhos brancos e tintos, austríacos, gregos, líbios, franceses, uruguaios e espanhóis. Todos podem ser comprados no Brasil, por preços que variam, de R$ 25 a 90 reais. Para acessar: http://bit.ly/ddv9yO

800 minipalestras para ver on-line

Tecnologia, Entretenimento, Design (TED) é uma fundação privada sem fins lucrativos, dos Estados Unidos, destinada à disseminação de ideias. O grupo foi fundado em 1984 e sua ênfase era tecnologia e design, mas com o aumento da popularidade, os temas abordados passaram a ser mais amplos. No link abaixo estão disponíveis cerca 1000 mini palestras em vídeo, legendadas em português, por colaboradores brasileiros. Os temas são os mais variados possíveis, abrangendo quase todos os aspectos da ciência e cultura, além de economia, tecnologia e sustentabilidade.
Para acessar: http://bit.ly/3w39BI

Um dia de Beatles na Abbey Road

Em abril de 1969, os Beatles se reuniram para gravar seu último álbum, o lendário “Abbey Road”. A fotografia da capa do álbum se tornou umas das imagens iconográficas mais famosas do mundo.  O estúdio Abbey Road, onde foi gravado o álbum, disponibilizou uma webcam ao vivo mostrando o dia-a-dia da famosa rua de Londres, que foi imortalizada pelo quarteto de Liverpool atravessando a faixa. Para acessar: http://bit.ly/DtGpV

10 mil jornais de todo o planeta em um só lugar

Newspaper Map é um serviço web que mostra, através do Google Maps, as primeiras páginas de 10 mil jornais de todo o mundo. Os periódicos podem ser pesquisados por nome, língua, região, cidade, país ou simplesmente clicando sobre sua área geográfica. Ao clicar, aparecerá uma aba com a edição atual do jornal, diário ou semanário, e as línguas disponíveis para a tradução: português, inglês, espanhol, russo, francês, alemão, japonês, árabe e um marcador para outros dialetos. Os leitores também podem sugerir e submeter novos jornais ao projeto.
Para acessar:http://newspapermap.com/

70 anos de história do “Jornal do Brasil” digitalizados

Em 2008, o “Jornal do Brasil” realizou uma parceria com o Google que resultou na digitalização integral das edições que circularam entre janeiro de 1930 e dezembro de 1999. São cerca de 25 mil números, cobrindo um período de 69 anos. Fundado em 1891, o jornal teve entre seus colaboradores alguns nomes célebres, entre eles o escritor e diplomata Joaquim Nabuco e o escritor português Eça de Queirós. Em 2010, foi anunciado o fim de sua edição impressa e o JB passou a ser o primeiro jornal 100% digital do país. Para acessar: http://bit.ly/9xGRmd

72 mil fontes para download

Font Park é o maior portal de fontes não-comerciais da internet. O banco de dados atual tem mais de 70 mil fontes catalogadas por ordem alfabética e divididas em 82 categorias, compatíveis com PC, Mac e Linux. Para saber mais informações sobre uma determinada fonte, basta clicar em download e uma página com informações detalhadas será aberta, incluindo todo o mapa de caracteres e um espaço para teste. O serviço é gratuito e sem necessidade cadastro.
Para acessar: http://www.fontpark.net

O maior banco de dados sobre aves do Brasil

WikiAves é o maior banco de dados on-line sobre as aves do Brasil. São mais de 250 mil fotos e 16 mil registros de sons, de  1700 espécies. O projeto foi criado com o objetivo de apoiar a comunidade on-line de biólogos e observadores de aves brasileiras. Os observadores cadastrados no WikiAves podem publicar fotos e sons colaborativamente. As aves estão categorizadas por nomes, espécies, regiões, Estados ou podem ser buscadas por cidades. O site também traz dicas de cuidados e de como denunciar maus tratos e comercialização ilegal de animais silvestres.
Para acessar: www.wikiaves.com.br

A Bíblia em Lego

O projeto The Brick Testament (A Bíblia em Lego) é composto de 3.600 ilustrações que narram mais de 400 histórias bíblicas. Todas as montagens trazem as citações dos capítulos e versículos. O projeto foi construído e fotografado pelo reverendo americano Brendan Powell Smith.
Para acessar: http://bit.ly/10s6O

Um site para “machos convictos

A proposta do site The Art of Manliness (em inglês) é “reviver a arte perdida da masculinidade”. Lá homens à moda antiga podem encontrar dicas sobre como se barbear com uma faca de caça, como encontrar a mulher ideal em lugares que não sejam  bares ou clubes noturnos, como ler um poema sem afinar a voz,  além de muitos outros “toques para machos convictos”, na definição do próprio site. Destaque para as listas: os 100 livros e filmes essenciais do homem.
 Para acessar: http://artofmanliness.com/

O museu dos jogos antigos

Sabe aquele joguinho que embalou sua infância/adolescência e você nunca mais viu ou jogou? Pois bem, ele pode ser encontrado no site Best Old Games. São mais de 500 jogos, de várias gerações de consoles como Atari, Sega e Nitendinho, arquivados em ordem alfabética e divididos em 10 categorias. Destaque para a série jogos em 8 bits. Para acessar:http://www.bestoldgames.net

Pronúncias em várias línguas

O Forvo é o maior guia colaborativo de pronúncias do mundo. Você pode consultar a pronúncia de uma palavra em mais de 100 línguas e dialetos. Para usar o serviço, basta digitar a palavra desejada e o sistema listará em quais línguas a pronúncia da palavra pesquisada está disponível.
Para acessar: http://pt.forvo.com

Aprenda o básico de vários idiomas

O site da BBC disponibilizou on-line uma espécie de curso de conversação básica em mais de 40 idiomas. Os áudios abordam situações cotidianas como se hospedar, conhecer pessoas, se comportar em eventos, restaurantes, shoppings e se locomover. Também traz dicas relacionadas a negócios e sobre as peculiaridades de cada país da língua pesquisada. As aulas/áudio também estão disponíveis para download. Para acessar: http://bbc.in/19p9tq

Teste os dois lados do cérebro ao mesmo tempo

O Twinoo é um jogo de lógica, com dois cronômetros, onde você precisa responder questões de matemática e, ao mesmo tempo, escolher o resultado de uma combinação de cores. Também há uma versão disponível para iPhone e iPad. Para acessar: http://bit.ly/Or98z

Vasculhe o Twitter alheio

O Mention Map é uma ferramenta que vasculha com um clique todas as interações de um determinado usuário do Twitter. Basta digitar o perfil do usuário e a ferramenta listará todas as pessoas com que aquele perfil esteve conversando ou interagindo num período pré-determinado de tempo. Para acessar: http://bit.ly/s3DhD

Seu padrinho no Twitter

Relembre a data que você entrou no Twitter e descubra quem é o padrinho do seu perfil. Para acessar: http://twbirthday.com

Tweets em morse

Crie mensagens cifradas em  Código Morse e compartilhe pelo Twitter.
Para acessar:http://bit.ly/3xM2v

Converta qualquer site em um arquivo PDF

Dificuldades para guardar uma informação encontrada na internet? A solução é simples: acesse o site Pdf My Url e ele converterá qualquer website em um arquivo em PDF. A versão padrão do serviço oferecido pelo site é gratuito, mas o usuário também terá a opção de contratar a versão avançada que permite conversões ilimitadas, arquivamento e agendar os horários em que um determinado PDF deverá ser feito. Para acessar: http://pdfmyurl.com/ 

Nenhum comentário: